Entenda os desafios associados à gestão do uso da internet nas empresas

Post disponível em / disponible en / available in: Português Español English

Tempo de leitura: 6 minutos

Nos dias de hoje, a internet é um recurso essencial e estratégico para as empresas que estão, cada vez mais, inseridas no meio digital. Esta realidade representa um grande desafio para analistas de segurança, principalmente quando se propõem a aplicar gestão sobre o uso da internet nas empresas onde atuam.

Motivados por razões que vão desde a produtividade do time até a segurança dos dados corporativos, analistas precisam agir como propagadores dos princípios de segurança, buscando engajamento de gestores e demais colaboradores da organização. Este esforço é o primeiro passo para estruturação de um projeto que atue pontualmente na resolução de problemas e possibilite a obtenção de resultados satisfatórios.

O termo gestão de uso é muito associado aos controles aplicados sobre a internet nas organizações, com o objetivo de aperfeiçoar o uso do recurso em ambiente corporativo. Portanto, quando o conceito surge, é provável que a organização já tenha passado por certos impactos em relação ao uso inadequado da internet, sendo necessário a reorganização da política de uso e reavaliação de conformidade da mesma junto a solução de segurança utilizada pela empresa.

Para entender melhor sobre os desafios associados a gestão do uso da internet nas empresas, prossiga com a leitura deste material.

Resistência na equipe

Um dos desafios diz respeito a resistência vinda por parte dos colaboradores e, inclusive, da gestão da empresa. Habituados com o ambiente em que estão inseridos e com a alta disponibilidade de navegação, o clima na organização pode ser alterado por causa das resoluções estabelecidas a respeito do uso da internet – sejam elas restritivas, onde somente sites selecionados poderão ser acessados pelo colaborador, ou permissivas, onde todos os acessos são liberados por padrão, com algumas restrições de acesso.

Isso pode prejudicar a produtividade do time e, inclusive, sua motivação. Por isso, é muito importante que o responsável pela elaboração da política de uso esteja ciente das necessidades corporativas, mas sem perder de vista às peculiaridades e necessidades dos setores da organização, tratando-os de maneira distintas. Tomando estas precauções, as chances de aderência a política aumentam exponencialmente.

Necessidades do colaborador

Para que não exista tanta resistência interna à política de uso da internet, é de extrema importância que se tenha conhecimento das necessidades virtuais dos diversos departamentos existentes na empresa. Isso quer dizer que o analista de segurança, juntamente com membros da gestão da empresa, devem, primariamente, criar visibilidade sobre o uso da internet, para posteriormente definirem pontos de melhoria para atendimento das necessidades corporativas e dos colaboradores.

Tudo isso se baseia no que é essencial para as atividades diárias do colaborador. Por isso, personalizar o uso da internet é essencial, uma vez que usuários ou grupo de usuários possuem funções e necessidades distintas. Para ilustrar a situação é possível utilizar o seguinte exemplo: Para o setor de Marketing e Comercial, acessar mídias sociais é altamente relevante, isso porque as plataformas são muito utilizadas para prospecção de novos clientes e posicionamento da marca. Em contrapartida, para os membros do setor Financeiro, talvez, as mídias sociais não sejam tão relevantes, mas acesso a portais para geração de nfe ou sistemas bancários são vitais – acessos, que por sua vez, não são importantes para o setor de RH.

Quando as necessidades dos colaboradores são atendidas, as chances de aderência à política de uso da internet aumentam. Por isso, avalie a possibilidade de criar meios que possibilitem a flexibilização de acesso aos colaboradores, mesmo que seja em horários alternativos, como o de almoço, fazendo uso de uma rede específica para este fim.

Ferramentas adequadas

Com uma política aderente as necessidades dos colaboradores, juntamente com o aumento da percepção de qualidade sobre o uso da internet, o nível de satisfação com as mudanças, tendem a ser altos.

Vale ressaltar que toda esta mudança deve ser alicerçada por uma solução de segurança que possibilite uma transição tranquila, sem impactos representativos sobre a operação do negócio, exigindo menor esforço por parte do analista de tecnologia responsável pela implementação do projeto.

Definir a solução mais adequada para atingir estes objetivos é uma tarefa que exige investimento de tempo, contudo, caso você tenha interesse de agilizar este processo, faça download do e-book 10 Dicas essenciais para aquisição de firewalls. O material é composto por dicas valiosas sobre as principais características a serem avaliadas durante o processo de aquisição um firewall.

Através de soluções especializadas de Firewall UTM, é possível ter relatórios de acesso das equipes, consumo de banda por colaborador, sites mais acessados, categorias mais acessadas, entre muitos outros recursos fundamentais para criar visibilidade sobre o uso da internet e verificar a conformidade da política de uso do recurso em ambiente corporativo.

Manutenção constante

Por fim, outro desafio diz respeito a manutenção constante das políticas de uso da internet. Ela precisa ser avaliada periodicamente, afinal os objetivos da empresa, sua cultura, fluxo de colaboradores e necessidades mudam com o tempo.

Adaptações são comuns e frequentes no cotidiano de qualquer grande empresa. Não é diferente quando se trata de internet. Ao realizar essa verificação com certa frequência, será possível ver se a atual gestão de uso ainda é válida ou se precisa de uma nova modificação. São pequenos detalhes que irão concretizando uma boa gestão de uso da internet.

Você pode conhecer mais sobre o processo de elaboração de uma boa gestão de uso da internet – e todos os pontos que precisam ser avaliados antes (e na hora) de realizar a tarefa – fazendo o download do template “Políticas de Uso da Internet”.

Continue sua leitura

Állison Souza
allison.souza@ostec.com.br