Aprendizado e descoberta 2min de Leitura

Conceitos básicos sobre o cibercrime

Sombra de mão sobre teclado de computador.

This post is also available in: Português Español

Provavelmente você já ouviu falar muito em cibercrime, inclusive aqui no nosso blog. Mas você sabe o que exatamente é o cibercrime?

Desde que existem computadores, existem também cibercrimes. Porém, com milhões de ciberataques e milhões de vítimas de atividades criminosas todos os anos, o cibercrime nunca esteve tão alto como agora, principalmente com a pandemia, onde as pessoas precisaram trabalhar e estudar de suas casas.

Qualquer um pode ser vítima desta atividade, e o fato de todos estarmos virtualmente ligados, coloca cada um de nós sob um risco ainda maior.

Continue a leitura para aprofundar seu conhecimento sobre o cibercrime.

O que é cibercrime?

Cibercrime é a atividade criminosa ligada diretamente a qualquer ação ou prática ilícita na Internet. Os crimes consistem em fraudar a segurança de computadores, sistema de comunicação e redes corporativas.

Ou seja, o crime na internet, ou cibercrime, nada mais é do que uma conduta ilegal realizada por meio do uso do computador, ou qualquer outro dispositivo eletrônico, e da internet.

Os crimes mais básicos, que pessoas comuns podem estar cometendo no dia a dia, são: pirataria, pornografia infantil, crimes contra a honra e espionagem.

Porém, temos também os cibercrimes mais avançados, como invasões de sistema, disseminação de vírus, roubo de dados pessoais, falsidade ideológica, acesso a informações confidenciais, entre muitos outros. Esses, geralmente envolvem engenharia social, phishing e malwares, e são praticados por crackers experientes, para prejudicar empresas, solicitando resgate de dados roubados ou aplicando golpes que lhes rendam dinheiro.

O termo cibercrime surgiu em uma reunião, no final dos anos 90, de um subgrupo do G-8, um grupo composto pelos sete países mais ricos do mundo e a Rússia, por conta de sua importância histórica e militar. A reunião abordava exatamente as maneiras e os métodos utilizados para combater as práticas ilícitas da internet.

A característica mais forte do cibercrime é a predominância transnacional, o que dificulta as investigações e a apuração de provas contra os acusados. O aumento dos computadores pessoais é outra característica forte, pois permite que qualquer pessoa no mundo possa realizar práticas criminosas contra indivíduos de qualquer lugar do planeta sem precisar sair de casa.

O cibercrime é uma prática tão comum que cerca de 65% dos usuários de redes já foram vítimas de alguma forma. A maior dificuldade para combater esse tipo de crime, é a falta de leis e punições eficientes em diversos países na luta contra os cibercriminosos.

Para se proteger de ciberataques, mantenha um bom antivírus sempre atualizado, esteja atento a e-mails e sites não confiáveis, não faça download de arquivos não solicitados e não forneça seus dados pessoais e confidenciais.

Gostou do conteúdo? Quer receber mensalmente os principais conteúdos do mês direto no seu e-mail? Inscreva-se em nossa newsletter!

This post is also available in: Português Español