Proxy web: Priorização de banda e limitação de downloads

Post disponível em / disponible en / available in: Português Español English

Tempo de leitura: 5 minutos

A internet está cada vez mais presente nas atividades empresariais, independente de segmento ou porte. Há um sentido único de convergência para plataformas eletrônicas e a internet oferece o meio de comunicação que torna essas interconexões possíveis. É um caminho sem volta, trilhado por várias empresas há muitos anos.

A oferta de serviços corporativos através da internet vem se tornando cada vez maior nos últimos anos, muito disso impulsionado pelo modelo de serviço, seja SaaS (Software as a Service), IaaS (Infrastructure as a Service) e termos similares e complementares. E isso não é uma movimentação somente de startups, muitas empresas maduras, líderes globais em seus segmentos, também estão buscando flexibilizar suas ofertas.

O conceito de computação em nuvem, altamente importante para a operacionalização desses novos modelos, acabou gerando diversas outras facilidades para pessoas e empresas, atendendo as mais variadas necessidades, desde backup até market place de comida e pedidos online.

Todas essas novidades, no entanto, só podem ser acessadas através da internet. Isso aumenta consideravelmente a dependência sobre o recurso nas organizações. Tendo em vista este cenário, a manutenção da disponibilidade e otimização da internet passa a ser prioridade para boa parte das empresas.

Em outras palavras, paga-se R$ 2.000,00 mensais por um circuito de 10Mbit e R$ 20,00 para um serviço de filmes ou backup online que rapidamente pode consumir toda a banda contratada. Portanto, analisando sobre a perspectiva de empresas, possuir mecanismos de priorização de banda e limitação de downloads é fundamental para assegurar o uso racional da internet, direcionado as atividades fim do negócio.

Neste artigo abordaremos dois conceitos que podem ser aplicados como estratégia em pequenas, médias e grandes empresas para segmentação, priorização e limitação de banda e downloads dentro do conceito de proxy web, entendendo que o tráfego HTTP é um grande vilão de consumo de banda.

Priorização de banda

Priorizar a banda significa assegurar recursos de conectividade suficientes para determinados endereços, serviços ou aplicações. Dentro do contexto de um proxy web, a priorização de banda visa assegurar a diferenciação do consumo nos mais variados sites e aplicações baseadas no protocolo HTTP.

Através deste recurso, que muitas soluções oferecem de maneira integrada ao proxy web, pode-se estabelecer critérios onde sites totalmente relacionados ao dia a dia de trabalho tenham prioridade sobre outros.

É possível ainda flexibilizar baseado no perfil de acesso dos usuários, permitindo que setores estratégicos, independentemente do site ou aplicação web acessada, tenham privilégios de velocidade quanto aos demais. Pode ser interessante, também, que a priorização seja baseada em horários de menor ou maior demanda.

A priorização de banda consiste em processar de maneira diferenciada as informações que atravessam o proxy, de acordo com as regras que forem criadas. Isso é extremamente importante para os dias atuais, tendo em vista que a banda utilizada pelas empresas não é ilimitada, e o trabalho deve ser priorizado.

Existem muitas queixas de usuários em empresas sobre acessos lentos, seja para um banco, ou para algum portal que é frequentemente utilizado para propósitos laborais. Este é um problema comum e afeta diretamente a produtividade dos colaboradores como um todo. Atividades que poderiam ser realizadas em poucos minutos, acabam demorando por conta da velocidade de acesso comprometida por outro acesso que, em muitos casos, não diz respeito ao interesse da empresa.

Isso ocorre muito pela falta de aplicação de políticas de acesso em empresas, fazendo com que os recursos de internet sejam disputados sem qualquer critério. Uma boa política resguarda os interesses da empresa e garante a reserva de recursos de maneira apropriada as aplicações de negócio.

Através do controle de banda integrado ao proxy web, independente da existência de políticas de acesso, é garantido que as aplicações ou sites fundamentais ao trabalho da empresa sejam reservados. Nestes casos, o que não tiver prioridade terá a velocidade reduzida, ou o acesso proibido.

Essa é uma medida importantíssima de ser aplicada por especialistas e gerentes na área de TI para racionalizar cada vez mais os recursos sem necessariamente solicitar aumento de banda, e por consequência custo fixo. Inclusive, nestes casos, aumentar a banda não é solução. Pelo contrário, o aumento de banda só permitirá que as atividades não relacionadas ao trabalho sejam feitas com maior conforto (velocidade).

Limitação de downloads

Outro ponto importante a ser considerado em uma estrutura de economia de banda dentro de empresas é a limitação de downloads que são realizados, especialmente em horário comercial, que tem a tendência de afetar diretamente um número maior de pessoas.

A limitação de downloads neste caso não está aplicada a diminuir a velocidade, isso pode ser tratado como exposto anteriormente. Por outro lado, este recurso permite criar regras baseadas no tamanho dos arquivos e conteúdos baixados da internet.

Desta forma, tanto passa a ser possível definir um tamanho limite global de downloads, ou criar perfis de acesso mais apurados que defendam os interesses da empresa, e assim, os mesmos podem ser aplicados por usuários, grupos, horários, sites e outros.

Um exemplo seria definir em horário comercial que o máximo de download permitido são arquivos que não excedam 20Mb, no entanto, determinados sites e determinados usuários tem acesso irrestrito, mesmo no horário comercial. Com isso é assegurado o interesse do negócio e a produtividade não é afetada pela lentidão apresentada pela internet.

Importante entender que boa parte dos usuários nas empresas fazem download ou acessam conteúdos que consomem banda, sem saber os danos que esta atitude pode trazer ao negócio. Por este motivo é altamente recomendado a estruturação e disseminação de campanhas e informativos focados na conscientização dos colaboradores.

Muito embora estes conceitos possam (e são recomendados) ser aplicados fora do proxy web, neste artigo abordamos somente informações de conscientização acerca de como melhorar o serviço e percepção do usuário quanto a internet em meio corporativo, sem necessariamente envolver investimentos em links.

Conte-nos um pouco de sua experiência a respeito deste caso. Você possui estes desafios de implantação em sua empresa? Converse conosco!

Cassio Brodbeck
conteudo@ostec.com.br
No Comments

Post A Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.