Zoom de tela focando em uma linguagem de códigos onde se pode ler a palavra password.

Spyware: o software espião

Post disponível em / disponible en / available in: Português Español

Tempo de leitura: 4 minutos

Você já ouviu falar sobre os softwares espiões? Esses aplicativos são conhecidos como Spyware.

Sendo um dos malwares mais perigosos, o Spyware se instala no dispositivo da vítima sem seu consentimento, buscando informações confidenciais que podem ser utilizadas para diversos fins, inclusive para roubo de senhas pessoais, informações bancárias ou de cartões de crédito.

Continue a leitura para saber mais sobre Spyware.

O que é o Spyware?

Um Spyware é um tipo de malware muito difícil de detectar, pois age de maneira silenciosa nos dispositivos, ao contrário do adware.

Suas ações são executadas em segundo plano, conseguindo espionar a vítima por muito tempo, sem que ela descubra.

Ele costuma ser ocultado em arquivos diversos associados a softwares, aparentemente legítimos, mais propriamente em softwares gratuitos disponíveis na internet.

Spywares podem ser utilizados tanto para fins legítimos quanto para aplicação de golpes, por isso é importante ficar atento.

Como funciona o Spyware?

O Spyware recolhe dados da vítima e o transmite para seus operadores de acordo com o desejo dos desenvolvedores do malware.

Para os cibercriminosos, por exemplo, o Spyware envia dados pessoais e bancários, bem como número de cartão de crédito e outros dados que possam ser utilizados em fraudes financeiras.

Já para empresas de publicidade, Spywares podem ser utilizados, mediante consentimento do usuário, de maneira legítima, coletando informações sobre hábitos online e o direcionamento de anúncios.

O governo também pode fazer uso de Spyware, de maneira legítima através de técnicas de policeware ou govware.

Os dispositivos móveis, como celulares e tablets, quando infectados, podem vazar informações como histórico de chamadas e fotos. Em casos mais graves, o malware consegue rastrear a localização do dispositivo via GPS, comandar as operações do aparelho e direcionar ataques à empresa em que o usuário trabalha.

Tipos de Spyware

Geralmente é classificado em quatro tipos:

  • Adware;
  • Monitores de sistema;
  • Cookies de rastreamento;
  • Trojans.

Além deste é possível evidenciar outras variações de Spyware, tal como apresentado abaixo:

  • Keyloggers;
  • Rookits;
  • Web beacons.

 

Identificando Spywares no computador

Se um Spyware apenas espionasse as atividades dos usuários, provavelmente ninguém perceberia sua presença.

Por sorte, os cibercriminosos quase sempre colocam Spywares junto com outros tipos de Trojan e Adwares.

Assim, a maneira mais fácil de identificar um Spyware é verificando outros sintomas de um computador infectado.

  • O computador fica mais lento do que o normal.
  • As pop-ups surgem na tela, mesmo que o usuário não esteja navegando na internet.
  • Barras de ferramentas, ferramentas de busca ou telas de inicialização inesperadas que surgem de repente no computador sem que se tenha feito o download delas.

Como evitar Spywares?

É importante adotar boas práticas no mundo online para diminuir as chances de contaminar seu dispositivo com qualquer tipo de malware, inclusive Spywares.

Confira algumas dicas para se prevenir.

Não confie em tudo na web

Os cibercriminosos frequentemente constroem sites falsos, pop-ups ou e-mail para tentar induzi-lo a fazer download ou interagir com conteúdos maliciosos.

Procure não acessar nenhum tipo de conteúdo cuja fonte seja duvidosa.

Fique atento

Certifique-se de que os sites visitados são legítimos. Verifique cuidadosamente o URL para ter certeza de que não há nenhuma letra trocada.

Verifique também se o site que você está acessando possui protocolo HTTPS.

Instale um bloqueador de anúncios

Cibercriminosos fazem uso de uma prática chamada de malvertising, que contamina um anuncio, podendo transmitir malwares para o seu computador, mesmo que você não clique nele.

Essa prática pode afetar inclusive sites grandes e confiáveis. Portanto, é importante instalar um bloqueador de anúncios.

Como remover um Spyware?

Apesar de parecer complexo, remover um Spyware é simples.

O processo varia de acordo com o dispositivo, mas possuir um antivírus, atualizado, e proceder com o escaneamento deve ser suficiente para remover a maior parte dos Spywares conhecidos no mercado.

Isso vale também para dispositivos móveis, que podem ser contaminados por este tipo de ameaça.

Em casos mais extremos, pode ser necessária a formatação do dispositivo e/ou a restauração das configurações de fábrica.

Mesmo tomando as devidas precauções, os usuários não estão 100% seguros. Procure não fazer download de sites que não possuam protocolo https e não confie em anúncios.

Caso note alguma atividade suspeita em seu dispositivo, evite acessar seus dados bancários e expor número de cartão de crédito.

Atualize seu sistema, exclua aplicativos indesejáveis e desnecessários e utilize seu antivírus para fazer uma varredura.

Caso o procedimento não atenda suas expectativas, busque por especialistas próximos de você. Em alguns casos será necessário auxílio profissional para resolução do problema.

Acompanhe a OSTEC nas redes sociais para ficar por dentro de outras dicas de segurança digital: Instagram, Facebook, Linkedin e Twitter.

Continue aprimorando seu conhecimento

Thais Souza
thais.souza@ostec.com.br
No Comments

Post A Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.