Os benefícios de relatórios e logs de Firewall UTM para analistas de TI

Os benefícios de relatórios e logs de Firewall UTM para analistas de TI

Post disponível em / disponible en / available in: Português Español English

Tempo de leitura: 6 minutos

Com tantas soluções no mercado e um número cada vez maior de ameaças na internet, gestores e analistas de TI enfrentam grandes desafios a respeito da melhor maneira de se proteger. Por isso, buscam por soluções completas e de bom custo-benefício, afinal, precisam estabelecer um ambiente corporativo disponível, produtivo e, acima de tudo, livre de ameaças.

Para isso, relatórios e logs de navegação são recursos vitais e extremamente necessários. Com eles, é possível analisar o comportamento da infraestrutura e checar sua evolução, obter dados e informações essenciais para a empresa e facilitar o dia a dia de analistas de tecnologia no desenvolvimento do trabalho.

Se quiser saber mais sobre os benefícios dos relatórios gerenciais para analistas, continue com a leitura desse blog post.

Grande quantidade de dados

São muitos os tipos de dados que podem ser acessados por relatórios de navegação em produtos de segurança, especialmente soluções de Firewall UTM. Eles estão disponíveis em formatos diferenciados, tais como listas e gráficos e podem ser extraídos, podendo ser visualizados através da interface do produto ou exportados para serem processados por ferramentas de BI, ampliando ainda mais a visão sobre o perfil de navegação em ambiente corporativo. Alguns exemplos de dados que podem ser extraídos através de relatórios de navegação, são:

  • A taxa de consumo de banda larga;
  • Listagem de domínios acessados;
  • Disponibilidade de analisar estado e latência de links de internet;
  • Acessos negados e permitidos;
  • Sensores de ameaças;
  • Conexões em tempo real.

Além disso, boa parte dos produtos encontrados no mercado possibilitam a aplicação de filtros que facilitam a identificação e detalhamento dos acessos. Filtro por endereço IP, URL e horários são alguns exemplos disponíveis para os analistas. Assim fica fácil saber quem está fazendo determinados acessos, onde e por quanto tempo.

Visibilidade sobre os acessos dos usuários

Um dos principais benefícios atribuídos aos relatórios de navegação é a possibilidade de criar visibilidade sobre o uso da internet em ambiente corporativo. Os relatórios de acesso facilitam o dia a dia de analistas de tecnologia e demais gestores que tenham interesse em conhecer um pouco mais sobre o perfil dos acessos dos seus times.

Por meio dos dados, visíveis na dashboard de um Firewall UTM, é possível verificar os sites impróprios, o tempo investido nestes acessos e com qual frequência eles ocorrem. Essa grande quantidade de informação possibilita o estabelecimento de controles profundos sobre o uso da internet podendo, inclusive, aumentar os níveis de produtividade dos colaboradores. Para saber mais sobre este assunto, você pode ler nosso artigo “Filtro de Conteúdo Web para aumento da produtividade dos colaboradores”.

Visibilidade sobre a estrutura de rede

Tentativas de ataques virtuais acontecem, muitas vezes, de forma silenciosa. Ao ter visibilidade sobre a rede interna, que é proporcionada pelos relatórios de navegação, a identificação de potenciais intrusões vira um processo extremamente descomplicado para analistas de segurança.

Uma das diversas maneiras de fazer esse reconhecimento de ameaças é através da análise do tráfego geral da rede interna. Taxas elevadas de consumo de banda, geralmente, podem ser produtos de uma intrusão feita por vírus – inclusive variações de malware, como é o caso dos Ransomwares. Quando existe esta infecção, o tráfego interno aumenta porque o dispositivo comprometido passa a consumir muito da rede externa.

No entanto, não existe possibilidade de fazer a identificação do ativo infectado sem informações precisas sobre o consumo. Neste sentido, possuir uma solução que possibilita a identificação, facilitada, do consumo por IP é fundamental para auxiliar os profissionais de tecnologia. Este recurso faz a filtragem do uso de banda e possibilita a identificação do equipamento com níveis elevados de consumo. Com a identificação, fica mais simples proceder com diagnóstico para identificar a causa raiz do problema.

Em diversos casos, é possível que tudo não passe de apenas um compartilhamento de dados, downloads ou uploads entre colaboradores. Mas, de qualquer forma, a prevenção é sempre a melhor alternativa quando se trata de segurança digital. Por isso e muitas outras razões, é importantíssimo ter visibilidade sobre a estrutura de rede.

Visibilidade sobre o uso de links de internet

Hoje em dia, muitos gestores, analistas de TI e administradores de segurança compartilham de uma mesma preocupação: a alta disponibilidade dos seus links de internet. Isso quer dizer que, independentemente do horário do dia, é necessário que a internet esteja disponível e com qualidade para suprir as necessidades da organização.

Porém, mesmo em grandes empresas que possuem diversos links, falhas costumam fazer parte da rotina das organizações. Por esse motivo, recurso que possibilite analisar o comportamento dos links de internet é muito valioso para profissionais de tecnologia. É possível reter diversos dados com ele, como o estado dos links, sua latência – tempo que leva para que uma solicitação chegue ao servidor e retorne com uma resposta para a rede interna – e perda deles. Há também diversas facilidades, como filtragem dessas informações para que o usuário saiba quando – e se – um link caiu, em qual período ocorreu a queda e quando ele retornou ao estado normal.

Todos esses avisos são de grande importância para analistas, pois podem ser compilados e cruzados com outros dados, servindo como referência, inclusive, para questionar prestadores de serviço de internet, quanto a qualidade do recurso oferecido.

Definição de política da internet

Por fim, todos os dados disponibilizados em relatórios e logs de navegação também ajudam na estruturação de uma boa política de uso da internet. Isso acontece, pois, muitas empresas ainda não sabem de que maneira definir um documento que atenda a necessidade de colaboradores e empresa, o que pode gerar conflitos internos e falta de aderência a política estabelecida.

No entanto, uma boa forma de eliminar essa dificuldade é iniciar com uma política de uso permissiva – onde todos os acessos são liberados. A partir disso, os analistas podem monitorar os acessos e comportamento dos usuários através dos relatórios e logs de navegação.

Após um período fazendo essa verificação, ficará fácil perceber quais sites precisam ter acesso controlado e quais podem permanecer liberados. Utilizando esse método, a política de uso terá elevado nível de assertividade. Vale ressaltar que é importante estabelecer sazonalidade para reavaliação da política de uso da internet, para garantir aderência da mesma a mudanças ocorridas no cenário organizacional.

Se ficou interessado pelos benefícios que relatórios e logs de navegação proporcionam aos analistas de TI, sugerimos que você conheça o produto OSTEC FireBox, uma solução de Firewall UTM completa, com todas as facilidades mencionadas neste blog post – e muito mais.

Continue sua leitura

Jonata Araujo
jonata@ostec.com.br